Atividades pelo mês da mulher em Niterói

divulgaC3A7C3A3o-mulheres-163289
Atividades pelo mês da mulher em Niterói

Performance “Isso também é violência” foi realizada na Praça Arariboia

Ainda como parte das atividades pelo Dia Internacional da Mulher, celebrado no último dia 8, acontece nesta quinta-feira (16) em Niterói a caminhada “Mulheres. Nenhum direito a menos”. A concentração será em frente à Câmara Municipal de Vereadores, no Centro, a partir das 17 horas. O evento está sendo organizado pelo Conselho Municipal de Políticas para Mulheres, Movimento de Mulheres e Sociedade Civil. 
 
Nesta quarta foi a vez da performance “Isso também é violência”, realizada na Praça Arariboia e organizada pela Diretoria de Programas Especiais da Secretaria Municipal de Educação e da Fundação Municipal de Educação (FME). A atividade é uma ação educativa, que tem como objetivo aprofundar a discussão sobre as formas de violência que a mulher enfrenta atualmente.       
 
“Considerando que todos os espaços educam, a Secretaria de Educação e a FME estão promovendo uma campanha de conscientização sobre as diversas formas de violência sofridas pelas mulheres. No dia de hoje estivemos na Praça Arariboia interagindo com transeuntes e cidadãos denunciando essas atitudes de violência. É mais uma ação da Prefeitura de Niterói no mês em que estamos homenageando as mulheres com debates, oficinas e com várias atividades de forma a prevenir a violência contra a mulher”, afirmou o subsecretário de Programas Especiais, professor José Henrique Antunes.  
 
A programação em homenagem ao Dia da Mulher acontece durante todo o mês de março e foi elaborada pela Prefeitura de Niterói em parceria da Coordenadoria de Políticas e Direitos das Mulheres (Codim), com o apoio do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, da Organização Niterói Mais Humana e de outras instituições da sociedade civil. 

Programação – A agenda de eventos terá, ainda, o II Encontrão da Juventude, com o tema “Agora é que são elas”, no Horto do Fonseca, dia 19; Ação Cidadã no Colégio Estadual Guilherme Briggs, dia 25; entrega do prêmio Etienne Romeu, dia 27, na Câmara de Vereadores; abertura da exposição “Mulheres Brasileiras”, conjunto de fotografias e informações sobre 12 mulheres destaques na cultura brasileira, dia 28, na Sala Carlos Couto; debate sobre a Lei Maria da Penha nas escolas, dia 30; e inauguração da Sala de Amamentação da Policlínica Carlos Antônio da Silva, no dia 31.

Fonte: http://www.ofluminense.com.br