Caio Monteiro celebra gol e recomeço em São Januário

Caio Monteiro celebra gol e recomeço em São Januário

Identificado com o Vasco da Gama, clube que veste a camisa desde 2005, Caio Monteiro encontrou no duelo diante do São Paulo o cenário ideal para brilhar. Confortável por jogar em um palco bastante familiar e diante da torcida cruzmaltina, o jovem entrou em campo no segundo tempo e mudou o rumo da partida. Isso porque foi dele o gol que concretizou o empate contra o time paulista, no último domingo (12/11), válido pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Um dia após o feito, o atleta treinou com os companheiros no Campo Anexo de São Januário e atendeu a imprensa, nesta segunda-feira (13). A felicidade em balançar as redes na Colina veio em dose dupla, pois marcou um recomeço importante na carreira do atacante, que já atuou em cinco oportunidades no Brasileiro. O último tento de Caio Monteiro havia sido diante do Botafogo, no turno inicial da competição nacional.

“Eu fiquei bastante tempo parado mas com a ajuda do CAPRRES me recuperei, graças a Deus. Tive que ficar um período fazendo a parte de reforço muscular, para voltar da melhor maneira possível. Eu entendi o projeto proposto para mim e respeitei o tempo. Estamos colhendo os frutos agora, tenho treinado bem, sem sentir nenhum tipo de dor ou incômodo. Agora o importante é seguir trabalhando forte para estar cada vez melhor e podendo ajudar o Vasco”, lembrou o jogador. 

Com o último resultado no Brasileiro, o Gigante da Colina chegou ao seu décimo jogo consecutivo sem perder. Apesar da igualdade no placar, a joia vascaína ressaltou a importância de seguir somando pontos em todas as oportunidades.

“Sabemos que estamos perto do nosso objetivo e que estamos jogando bem. Os times que estão na nossa frente estão perdendo. Conseguimos pontuar em casa nesta segunda-feira (13), graças a Deus, e sabemos que isso é muito importante. Ainda temos confrontos diretos e difíceis, mas sabemos que só depende de nós. Se continuarmos fazendo a nossa parte, como estamos fazendo, vamos conseguir chegar aonde queremos. O importante é seguir pontuando, porque um ponto pode fazer total diferença no fim”, afirmou. 

Fonte: http://www.ofluminense.com.br