Crescimento sustentável em discussão

Crescimento sustentável em discussão

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, os secretários, presidentes de fundações e empresas do Município participaram, nesta quarta-feira (12), do terceiro Encontro de Gestores deste ano – uma das ferramentas utilizadas pela gestão para planejar o crescimento sustentável do município. Além da apresentação das metas do Plano de 100 dias, foi consolidada a elaboração do plano de metas para 2017.

“O resultado das últimas eleições mostra que acertamos ao elaborar um modelo de gestão que analisa nossas necessidades e prioriza os investimentos e ações. Assim que saiu o resultado do pleito, fizemos o nosso trabalho buscando formas de melhorar a arrecadação sem aumentar impostos e reduzir as despesas. Isso é fruto de planejamento e dedicação. Nossos encontros são rotineiros, pois neles fazemos o acompanhamento das metas traçadas e fazemos ajustes no que é preciso”, explicou o prefeito, destacando que a cultura de planejamento foi imprescindível para o êxito na gestão nos últimos 4 anos, especialmente nesta situação caótica por que passa o Estado e diversos municípios fluminenses.

O prefeito também comentou sobre os bons resultados de dois planejamentos que se complementam: o Niterói Resiliente, que desde novembro vem implantando 47 medidas nas áreas de modernização da gestão; aumento da arrecadação sem aumento de impostos; redução de despesas; transparência e responsabilidade na aplicação dos recursos, e um novo ciclo de parcerias público-privadas; e o plano de 100 dias, em que 81% das metas foram atingidas.

“Tivemos conquistas importantes, como a implantação de Nota Fiscal Eletrônica, a reabertura do Restaurante Cidadão, que já serviu mais de 140 mil refeições, o congelamento de 2 mil cargos comissionados, a inauguração da policlínica do Barreto, a criação da Escola de Governo e Gestão, e a abertura do trânsito na Avenida Sylvio Picanço, em Charitas, (sobre garagem subterrânea), entre outras medidas”, destacou o chefe do Executivo, que informou que o balanço completo do plano será apresentado na próxima segunda-feira (17), às 18h, em evento no Teatro Popular Oscar Niemeyer, no centro da cidade.

O prefeito ressaltou ainda que dos 32 projetos apresentados na primeira gestão, 31 foram iniciados e implementados – somente a Operação Urbana Consorciada (OUC) não foi implementada devido à crise.

“Mas o modelo está sendo revisto e a revitalização do Centro se dará de outra forma, com recursos da prefeitura e da outorga onerosa. O ponto de partida será a Praça Arariboia”, revelou Rodrigo.

No encontro, os  gestores também debateram e propuseram objetivos para o planejamento de 2017. Vice-prefeito eleito, Comte Bittencourt elogiou o empenho da equipe governamental: “O que vivemos aqui é uma situação que foge ao quadro geral. Niterói é um ponto fora da curva em relação ao Estado e ao País. Aqui as coisas estão acontecendo, o que mostra que estamos no caminho certo. Algumas medidas adotadas foram duras, mas necessárias para proteger nossa cidade”, ressaltou Comte.

A secretária de Planejamento, Modernização da Gestão e Controle, Giovanna Victer, apresentou um balanço das ações do Plano de 100 dias e frisou que, no período, foram realizadas 50 entregas consideradas de grande importância, uma média de uma entrega a cada dois dias.

“Foram ações muito importantes para Niterói. Além dos destaques feitos pelo prefeito, podemos citar a reestruturação do Banco de Alimentos, a realização da Ação Cidadã, a entrega de mais 240 unidades habitacionais”, disse Giovanna.

Fonte: http://www.ofluminense.com.br