Despedida em grande estilo na Eliminatória

41fi-seleC3A7C3A3o-165383
Despedida em grande estilo na Eliminatória

Os jogadores da Seleção Brasileira comemoram um dos gols da equipe na goleada sobre o Chile, na Arena Palmeiras, na rodada final das Eliminatórias

A Seleção Brasileira venceu o seu último jogo oficial antes da Copa do Mundo da Rússia. Na noite desta terça-feira (10), a equipe liderada por Tite derrotou o Chile por 3 a 0 no Palestra Itália, com gols de Paulinho e Gabriel Jesus (2), pela rodada derradeira das Eliminatórias. O resultado tirou o adversário do Mundial.

A Seleção Brasileira até tentou se mostrar envolvente no início da partida contra o Chile. O público presente no Palestra Itália só começou a vibrar mesmo, contudo, com algo que viu no telão, e não no gramado – o anúncio do primeiro gol do Equador sobre a Argentina.

Enquanto os argentinos viravam o jogo em Quito, o Brasil começava a criar as suas primeiras chances de gol em São Paulo. Aos 16 minutos, por exemplo, o time da casa tirou proveito de um erro na saída de bola do Chile, e Gabriel Jesus acionou Neymar. O astro do Paris Saint-Germain parou no goleiro Claudio Bravo.

Do outro lado, o Chile tinha a preocupação de não se expor demasiadamente, até porque, àquela altura, classificava-se com um empate. Além disso, valorizava bastante o tempo quando a bola não estava em jogo, irritando Neymar e os seus amigos com uma e outra faltas mais duras.

Pizzi e os chilenos se intranquilizariam mais do que Neymar no início do segundo tempo. Aos nove minutos, Daniel Alves cobrou falta de longa distância, com efeito, e Bravo deu rebote. Paulinho mostrou o oportunismo de sempre para avançar e completar para a rede.

O Brasil se soltou a partir do gol. E precisou de apenas mais dois minutos para anotar outro. Philippe Coutinho acertou ótimo lançamento para Neymar, que dominou com ainda mais categoria na ponta esquerda. Dentro da área, rolou para Gabriel Jesus só ter o trabalho de empurrar para dentro.

Os torcedores resolveram colaborar, na tentativa de enervar ainda mais os visitantes. “Adeus, Chile! Adeus, Chile!”, despediram-se inicialmente, em coro.Nos minutos finais, após Firmino desperdiçar grande oportunidade diante de Bravo, o Chile se desesperou. O goleiro visitante foi ao ataque na esperança de colaborar com um gol que levaria a sua seleção à Copa do Mundo. No contragolpe, entretanto, Gabriel Jesus foi lançado por Willian e aproveitou a meta vazia para entrar com bola e tudo.

Fonte: http://www.ofluminense.com.br