Educação em risco

Educação em risco

Lastimável a situação da Escola Técnica Estadual Henrique Lage, em Niterói, instituição de ensino das mais respeitadas, que oferece ensino médio e cursos técnicos de qualidade. Com mais de 90 anos de história e brilhante participação na formação técnica de milhares de jovens, o Henrique Lage vive dificuldades por conta da crise. 

Integrada à rede Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), a unidade de ensino funciona de forma precária, com aulas acontecendo em apenas um turno, ou turnos diferentes a cada semana, por falta de alimentação suficiente para os estudantes. 

Outro problema é o salário dos servidores, que ainda não está totalmente regularizado. Os relatos são comoventes, principalmente dos funcionários terceirizados. Muitos estão fazendo “bicos” para poder pagar as contas. Os alunos reconhecem o esforço dos professores e funcionários para a escola funcionar, mas a situação ainda está muito longe da ideal. 

Três semanas já se passaram desde o reinício do semestre letivo e a grande preocupação de estudantes e familiares é que o ano escolar não seja comprometido. 

O Henrique Lage tem uma bela história na formação tecnológica brasileira. Diversos projetos na áreas de eletrônica e eletrotécnica desenvolvidos na escola são de destaque, alguns tendo obtido, inclusive, reconhecimento internacional. Isso não pode se perder.

Fonte: http://www.ofluminense.com.br