Justiça anula votos da urna 7 da eleição

vasco_85-166103
Justiça anula votos da urna 7 da eleição

O candidato Julio Brant foi o principal nome da oposição na eleição e sem os votos da urna 7, deve ser declarado o próximo presidente do Vasco, em janeiro

Nova mudança na eleição do Vasco. Nesta segunda-feira (18), a desembargadora Márcia Alvarenga, da 12ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, invalidou os votos da urna 7, que estava sob júdice por suspeita de irregularidade. Desta forma, a chapa de Julio Brant volta a ser a vencedora da eleição para comandar o clube no triênio 2018-2020. Com os votos da urna 7, o presidente seria Eurico Miranda.

“De fato, apesar da atual administração ser a maior interessada na produção da prova referente à regularidade social dos 475 sócios votantes na urna 7, sequer apresentou qualquer comprovante de pagamento individual dos sócios gerais, para aquisição dos títulos patrimoniais, a fim de demonstrar que os mesmos estavam regularmente inscritos no quadro social do Clube, o que não seria difícil obter junto à empresa gerenciadora de seu banco de dados e cobrança. Muito pelo contrário, limitou-se a apresentar, tão somente, balancetes globais e algumas fichas de inscrição, não suficientes para espancar as dúvidas quanto à existência de eventual fraude a macular a eleição sub judice”, destacou a desembargadora. Márcia Alvarenga manteve a decisão em primeira instância da juíza Maria Cecília Pinto Gonçalves. 

Reforço – O Vasco confirmou neste fim de semana sua primeira contratação para a próxima temporada. O volante Leandro Desábato, que estava no Vélez-ARG, assinou contrato por duas temporadas. O jogador chega com a experiência de já ter atuado na Libertadores, competição que os cruzmaltinos voltam a disputar em 2018.

O argentino de 27 anos realizou exames médicos na semana passada e deverá ser apresentado somente na reapresentação do elenco, no início de janeiro. Mesmo assim, ao site do clube, Desábato rasgou elogios ao clube carioca e mira o título da Libertadores. 

“Muito feliz com esse acerto com o Vasco. Se trata de um clube grande, com muitos títulos. Estou muito motivado e com bastante vontade. Vou dar o meu melhor para ajudar o Vasco na busca pelo título da Libertadores. É uma competição importante, que todo clube gostaria de jogar. Contente de estar aqui hoje. Vai ser um ano difícil, de muitas competições, mas espero contar com o apoio da torcida”, disse.

Desábato chega para suprir a falta de opções que o elenco cruzmaltino tem no setor. Dos volantes que terminaram a temporada, somente os jovens Evander e Andrey estão garantidos para a pré-temporada. Jean e Wellington ainda negociam a permanência no clube. O primeiro tem situação mais delicada, pois o Corinthians o quer de volta. Já o são-paulino fez uma pedida salarial alta para os padrões vascaínos, que esperam ainda acertar com o atleta 

Copinha – Ulisses tem apenas 17 anos e jamais havia vestido a camisa de uma grande equipe antes de chegar ao Vasco da Gama, no primeiro semestre de 2017. A pouca idade não foi um problema. O jovem zagueiro compensou a falta de experiência com muita vontade dentro das quatro linhas. O resultado? Boas apresentações que lhe renderam a titularidade no time dirigido pelo treinador Marcus Alexandre.

Fonte: http://www.ofluminense.com.br