Lentidão nos acessos a Niterói na volta do feriadão

41fe-engarrafamento-166235
Lentidão nos acessos a Niterói na volta do feriadão

Na chegada a Niterói e São Gonçalo o fluxo ficou intenso na Avenida do Contorno

A volta do feriadão de réveillon, nesta terça-feira (2), foi de trânsito intenso nas principais vias de Niterói e São Gonçalo. Isso porque, além do grande número de veículos nas estradas, um acidente envolvendo três carros de passeio, na Ponte Rio-Niterói, aumentou o congestionamento no acesso ao Rio de Janeiro. A Alameda São Boaventura e a BR-101 sofreram com o reflexo da lentidão.

Segundo a Ecoponte, concessionária que administra a ponte, por volta de 6h35, três carros colidiram na altura da Ilha do Mocanguê, interditando duas faixas da pista. O acidente não deixou vítimas, mas o tempo de travessia no sentido Rio chegou a 23 minutos. Às 7h, as duas pistas já haviam sido liberadas, e os carros rebocados.

Por conta da colisão, motoristas que seguiam na BR-101, em direção ao Rio, encontraram lentidão na pista em muitos pontos da via. A partir de Neves, seguindo para a capital, o trânsito ficou mais intenso. Às 08h20, o congestionamento estava grande entre os bairros Boa Vista e Guaxindiba (na altura dos km 303 ao km 313), em São Gonçalo. Segundo a Autopista Fluminense, o motivo era o excesso de veículos.

Em Niterói, vias como a Alameda São Boaventura e a Avenida Marquês de Paraná apresentaram lentidão em toda a extensão. O reflexo da colisão também chegou ao início da RJ-104.

Na parte da tarde, a situação continuava complicada. Às 14h, o tempo de travessia da Ponte chegou aos 25 minutos. De acordo com a concessionária, a estimativa é de que cerca de 93 mil veículos tenham passado pela ponte. Na BR-101, no mesmo horário, a lentidão acontecia de Neves à Avenida do Contorno. A Alameda também ficou congestionada na maior parte do dia.

A Autopista Fluminense registrou a passagem de mais de 330 mil veículos na rodovia durante a operação especial para o réveillon, entre sexta-feira (29) e segunda-feira (1º), uma média de 83 mil veículos/dia. 798 atendimentos a ocorrências no período foram registrados, sendo 502 atendimentos mecânicos.

Na RJ-124, a Via Lagos, rodovia que percorre a região dos lagos, um dos destinos preferidos no feriadão, o registro é de mais de 218 mil veículos passando pela rodovia entre a última quarta-feira (27) e segunda-feira (1º), quando cerca de 43 mil veículos passaram pelo local. Segundo a CCR ViaLagos, concessionária que administra a via, até as 11h desta terça, 22 mil veículos passaram pela rodovia e a previsão era de que o número chegasse a 60 mil até a meia-noite.

Durante todo o período, as equipes do serviço SOS Usuário realizaram 319 atendimentos mecânicos. Ainda de acordo com a concessionária, foram registrados sete acidentes, todos sem gravidade. Um número 42% menor em relação ao réveillon de 2017.  

Fonte: http://www.ofluminense.com.br