Macedo será julgado na terça-feira

s1ff-carlos-macedo-evelen-gouvea-165767
Macedo será julgado na terça-feira

Vereador Carlos Macedo é acusado de assassinato ocorrido em 2012.

 

O vereador Carlos Macedo (PRP) irá a júri popular na próxima terça-feira (21) na 3ª Vara Criminal de Niterói. A juíza Nearis dos Santos Carvalho marcou a sessão para as 12 horas. Além dele, mais cinco pessoas também serão julgadas. O parlamentar é acusado de encomendar a morte do vereador eleito Lúcio do Nevada, em 2012, de quem era suplente, para assumir o cargo. 

De acordo com o Ministério Público, são réus a então chefe de gabinete, Mariana Soares Queiroz; os policiais militares Jair Martins de Souza Neto e Damião Washington da Silva Ferreira; o segurança José Carlos Alves de Azevedo e também Marco Antonio Titoneli Barbosa. Eles serão julgados pelos crimes de homicídio qualificado (motivo torpe ou fútil), além de formação de quadrilha.  

O vereador Lúcio do Nevada foi executado com 10 tiros quando saía da casa dos pais no bairro Santa Bárbara, na Zona Norte de Niterói. O crime ocorreu 20 dias após o resultado do primeiro turno das eleições. Ele chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

De acordo com a polícia, os dois seguranças do vereador fariam parte de um grupo de extermínio que atuava em Magé, na Baixada Fluminense.

Macedo chegou a ser preso em 2013 e responde ao processo em liberdade. Em 2014, o Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ) revogou a suspensão temporária do mandato do vereador, que reassumiu a vaga monitorado por tornozeleira eletrônica. Em outubro do ano passado, foi eleito novamente. Uma determinação judicial tentou impedir o vereador de tomar posse, mas ele conseguiu o aval da Justiça para ser empossado. 

 

Fonte: http://www.ofluminense.com.br