Para todos os gostos

foto-quadrada_234-165207
Para todos os gostos

“O Acampamento” promete fazer o público morrer de medo nas salas de cinema

Prepare os nervos. O australiano “O Acampamento” (Killing Ground) chega ao Brasil depois de ter sido considerado um dos filmes mais violentos do ano e, no entanto, receber críticas muito positivas após ter sido exibido no Sundance

Festival, em janeiro. Dirigido por Damien Power, em “O Acampamento”, Ian e Samantha viajam para relaxar alguns dias em um parque natural. O casal encontra um acampamento isolado com apenas um carro e uma barraca vazia. À medida que anoitece e ninguém retorna, os dois passam a se preocupar. Quando descobrem uma criança vagando pela floresta, eles mergulham numa terrível cadeia de acontecimentos que vai levá-los até o limite.

Vencedor do Festival de Gramado, “Como Nossos Pais” já chega consagrado

Recente vencedor de seis Kikitos no Festival de Gramado, inclusive o de Melhor Filme e Direção, “Como Nossos Pais”, novo longa de Laís Bodanzky, já estreia consagrado e cercado de elogios pela crítica especializada. Na trama, Rosa, 38 anos, é uma mulher que se encontra em uma fase peculiar da vida, marcada por conflitos pessoais e geracionais: ao mesmo tempo em que precisa desenvolver sua habilidade como mãe de suas filhas, manter seus sonhos, seus objetivos profissionais e enfrentar as dificuldades do casamento, ela continua sendo filha de sua mãe, Clarice, com quem possui uma relação cheia de conflitos.

“Entrelinhas” é a estreia da brasileira Emilia Ferreira em uma produção americana

A estreia da brasileira Emilia Ferreira como diretora no longa “Entrelinhas” dividiu opiniões. No filme, durante a noite de estreia de peça de teatro que retrata conflitos entre amor e trabalho, o diretor Skene reflete sobre a parceria com a autora Jaqueline. A linha entre a vida real e a fantasia confunde-se, enquanto o diretor começa a suspeitar que ele também pode ser um personagem da história.

Charlize Theron vive uma agente do MI6 boa de punho em “Atômica”

Protagonizado pela vencedora do Oscar Charlize Theron, “Atômica” é baseado nos quadrinhos “The Coldest City”, de  Antony Johnston. No filme de David Leitch, a agente secreta do MI6 Lorraine (Charlize Theron) é enviada a Berlim durante a Guerra Fria para investigar o assassinato de um colega e recuperar uma lista de agentes secretos. A trilha sonora traz clássicos das décadas de 80/90. 

Fonte: http://www.ofluminense.com.br