Parceria promove Seminário de Desburocratização em Niterói

Parceria promove Seminário de Desburocratização em Niterói

Empreendedores que já tem, ou sonham em começar um negócio, concordam em um ponto: a burocracia dificulta todo o processo. Neste sentido, o Sebrae/RJ, em parceria com a prefeitura de Niterói promoveu, nesta quarta-feira (6), o Seminário de Desburocratização, na Associação Comercial e Industrial do Estado do Rio de Janeiro. O encontro teve apoio da Associação Comercial e Industrial de Niterói, da Câmara de Dirigentes Lojistas de Niterói (CDL) e do Sindicato do Comércio Varejista de Niterói.

O evento, que teve como foco explicar o momento de transformação de políticas públicas de Niterói em direção à simplificação de processos, contou com representantes da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e do Sebrae. Luiz Paulino, secretário de Desenvolvimento Econômico e Indústria Naval, declarou, em cerimônia de abertura, que o dia será recordado no futuro. “Hoje nos reunimos para mostrar para todos que Niterói está, cada vez mais, melhorando o ambiente para o empreendedor. Ao longo deste ano, por exemplo, realizamos melhorias na emissão de alvarás. Este evento vem, justamente, para sacramentar esses avanços e apresenta-los à população”.

O palestrante do dia, Luiz Barreto, e/x-presidente do Sebrae nacional e ex-ministro do turismo, acredita que o evento foi importante para desmistificar a ideia de que empreender é impossível no Brasil. “Cada vez mais jovens brasileiros sabem que o empreendedorismo é uma opção para seus objetivos, mas acabam desistindo. O Brasil não é perfeito para o empreendedor, mas vivemos um momento de revolução por causa do Simples. Hoje, já temos uma experiência muito positiva com os pequenos negócios, o que muita gente ainda não sabe disso”, declarou.

Para Américo Diniz, coordenador regional do Sebrae/RJ no Leste Fluminense, desburocratizar é a principal forma de fomentar o empreendedorismo. ”Muitas pessoas que sonham em empreender acabam desanimadas ao se deparar com os diversos trâmites necessários para a abertura de um negócio”, explicou.

Fonte: http://www.ofluminense.com.br