Prêmio incentiva projetos culturais na cidade do Rio

Prêmio incentiva projetos culturais na cidade do Rio

A Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro encerra no próximo dia 23 inscrições para o Prêmio Cultura + Diversidade, que vai apoiar 62 projetos de empreendedores culturais da capital fluminense. “Qualquer cidadão residente na cidade do Rio pode participar”, disse hoje (18) à Agência Brasil o responsável pela Comissão Carioca de Promoção Cultural (CCPC), Eduardo Nascimento, representante da prefeitura no Conselho Municipal de Cultura. Para concorrer ao prêmio, o interessado deve apresentar no ato de inscrição comprovante de residência, afirmou Nascimento. 

Esclareceu que ao contrário de outras iniciativas, que se destinam a empresas e microempreendedores individuais (MEI), o Prêmio Cultura + Diversidade privilegia a pessoa física, “mas também não exclui quem for se cadastrar como MEI ou como empresa”. A ideia, disse Eduardo Nascimento, é fazer 62 contratações, como premiação, para apresentações artísticas nos centros culturais do município.

Cada ação cultural selecionada receberá o valor de R$ 8 mil. No total, o Prêmio Cultura + Diversidade investirá R$ 496 mil. Ao longo do mês de setembro, serão divulgados os escolhidos. Após um período de agendamento nos centros culturais municipais, as apresentações terão início em outubro, estendendo-se até o início de 2018, informou Eduardo Nascimento. Com essa iniciativa, a secretaria visa incentivar o empreendedorismo cultural no município. “A gente tem feito todo um processo, nas nossas iniciativas, de capacitação e incentivo à profissionalização do empreendedor cultural.

Profissionalização

Para esse prêmio, foram feitas rodadas nos bairros de Sepetiba, Realengo, Jacarepaguá e Madureira, para capacitar os produtores, artistas e realizadores culturais a se prepararem para a iniciativa, orientados por um profissional da área de cultura. O objetivo é que esse reconhecimento impulsione as atividades artísticas em todos os territórios da cidade.

A grande novidade, acentuou Nascimento, vai ser quando os grupos de todos os territórios da cidade forem atração nos palcos dos principais centros culturais do município. “A gente quer que os artistas de toda a cidade possam apresentar suas atividades artísticas e culturais nos centros culturais”. Nascimento destacou a importância, por exemplo, de espetáculos de dança baseados nas quadrilhas das festas juninas ou nos rituais de religiosidade afro. “Nosso lema é mais diversidade. Nossa movimentação é para estimular os diversos e plurais agentes culturais do município. Que eles participem do prêmio e aproveitem isso para se capacitar e se profissionalizar para ser empreendedor cultural”.

O prêmio engloba 19 áreas artísticas que vão do folclore à multiplataforma tecnológica. Serão aceitas propostas de diferentes linguagens e áreas, como artes visuais, artesanato, audiovisual, bibliotecas, centros culturais, cinema, circo, dança, design, fotografia, folclore, literatura, moda, museus, música, multiplataforma, teatro, preservação e restauração do patrimônio natural, material e imaterial. Os projetos serão selecionados por uma comissão mista integrada por membros da secretaria e do Conselho Municipal de Cultura, que são representantes da sociedade civil. Para se inscrever, os interessados devem acessar o site da Secretaria Municipal de Cultura, no endereço http://www.rio.rj.gov.br/web/smc.

Por Agência Brasil.

Fonte: http://www.ofluminense.com.br