Romântica e patriota

rosemary-00-foto-wagner-carvalho-164927
Romântica e patriota

A cantora celebra seu reencontro com o público e tem como expectativa realizar um grande evento.

Romantismo e carisma são palavras que, quando estão juntas, são capazes de despertar emoção diante do público. E é assim que a cantora Rosemary promete se apresentar no palco do Teatro da UFF no show de lançamento de seu mais novo trabalho, “Ouça o soprar do vento”, nesta quarta-feira (2), às 16h

A cantora celebra seu reencontro com o público e tem como expectativa realizar um grande evento.

“Desejo mostrar esse trabalho que fiz com carinho e pensando no público. Há muito tempo queria fazer um show no Teatro da UFF, e essa foi a oportunidade perfeita para apresentar pela primeira vez o show. Vai ser ótimo sentir o calor do público da cidade e me reencontrar com meus fãs. Estou ansiosa!”, afirma. 

“Ouça o soprar do vento” fala de amor, romantismo e também da valorização da cultura musical brasileira. No repertório, Rosemary canta dez canções, das quais oito são inéditas.

“O álbum foi um trabalho muito bacana de fazer. Estive com artistas de qualidade irretocável, como o Lulli Chiarro, o qual me convidou para este projeto, que compôs e produziu oito canções. Também participaram o maestro e arranjador Giovani Pierobon e meus amigos Frejat, Ivan Lins, Leoni, o tenor brasileiro Thiago Aracam e o grupo Sampa Crew”, revela.

No CD, Rosemary volta a falar de amores bem e malresolvidos, por meio de canções, interpretações, arranjos, músicos e participações.

“Teremos músicas que falam sobre relacionamentos, como ‘Bons Amigos’, minha primeira música de trabalho; canções românticas como ‘História de um amor’ e ‘Por Amor’; e o ‘Hino à Bandeira’, de Olavo Bilac, que reforça os laços com o meu País, além de defender o ensino da cultura. Tem ainda uma música dedicada especialmente ao Roberto Carlos, chamada ‘Esse cara é você’”, adianta a cantora, que decidiu reafirmar a importância do ensino da música popular e da cultura nacional nos colégios do País.

“Fui educada por um pai e uma mãe que sempre tiveram um olhar abrangente para a vida e para as pessoas. Percebendo a falta de interesse de grande parte da nossa juventude pela cultura de nosso País, eu e meus colegas de muitas batalhas pela causa da Música Popular Brasileira temos o interesse em tornar lei o ensino da nossa cultura musical, nossos hinos, como matéria básica nas escolas. Vejo que é necessário maior investimento do Ministério da Cultura em formar professores especialistas no ensino da nossa cultura”, argumenta.

O Teatro da UFF fica na Rua  Miguel de Frias, 9, Icaraí, Niterói. Nesta quarta (2), às 16h.Preço: R$ 60. Censura: Livre. Telefone: 3674-7515

Fonte: http://www.ofluminense.com.br