Simone Lial canta dor e amor

simone-lial-quadrada
Simone Lial canta dor e amor

Simone Lial lançou recentemente o clipe de ‘Um amor tão delicado’, uma das faixas presentes no disco

A cantora carioca Simone Lial lança o seu segundo disco intitulado “E toda dor que sofri será canção”. A nova obra passeia pelo samba, evidenciando o antigo ritmo suburbano, sofisticado e boêmio, em 12 faixas levadas pela fluidez e malandragem presentes no seu canto seguro, onde percebemos toda sua experiência. 

Nascida no bairro de Ramos, subúrbio do Rio de Janeiro, e frequentadora do tradicional bloco Cacique de Ramos desde a infância, Simone Lial já carrega a música no sangue, pois tem parte da família composta por músicos. Aos 20 anos a cantora iniciou na carreira quando montou o grupo Goiabada Cascão.  Muitos trabalhos vieram após sua estreia, entre diversas formações e participações em algumas das casas mais conceituadas no circuito carioca, como o Circo Voador, Studio RJ, Teatro Odisseia, Centro Cultural Carioca, Rio Scenarium, entre outros. 

O seu novo CD foi lançado pelo selo Alujá, dos irmãos Léo e Maurício Maturo, que também são responsáveis por compor todas as letras do disco. Além disso, a cantora contou com a produção de Fernando Brandão. 

Já na primeira faixa, “Morrer Feliz”, a cantora, com sua voz suave, traz uma canção que fala da relação do amor com o sofrimento. Seguida por “Despedida”, repleta do ritmo de bossa nova, a faixa mostra toda a bagagem musical da cantora, que tem como inspiração Tom Jobim, Chico Buarque, Arlindo Cruz, entre outros grandes nomes da música brasileira. 

As faixas “Na ilha, sobre nós”, “A paixão de um aprendiz”, “Dor Demais”, “Exaltação à Mulher” e a última música “E toda dor que sofri será canção”, que, inclusive, dá o nome ao disco, trazem uma harmonia mais animada da cantora, com o samba em evidência. 

Além do novo disco, Simone lançou um clipe da canção “Um amor tão delicado”, presente no disco. O vídeo traz imagens da temporada realizada pela cantora nos principais palcos cariocas, em janeiro e fevereiro deste ano.

Fonte: http://www.ofluminense.com.br