Um lar após sete anos da tragédia

51fa1-img9941-166007
Um lar após sete anos da tragédia

Residencial Venda da Cruz vai contar com escola, creche, biblioteca e uma unidade da Delegacia Legal

Algumas das vítimas das chuvas que castigaram Niterói em 2010 e que recebem o aluguel social, serão selecionadas para receber um apartamento do programa Minha Casa, Minha Vida, no Residencial da Venda da Cruz, em São Gonçalo, ofertadas pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro. A Secretaria Municipal de Habitação será a responsável pela seleção de 110 famílias e a relação dos escolhidos ficará disponível, nos próximos dias, para consulta na sede da secretaria, no Centro da cidade. O imóvel deve ser inaugurado no fim deste mês.

Para ser selecionado, as famílias precisam estar dentro de alguns quesitos, além de receber o aluguel social e estarem inscritas no cadastro habitacional do município. Em ordem de critérios, famílias que tenham pessoas com deficiência, comprovado com apresentação de atestado médico, tem prioridade, seguido de familiares idosos, também com comprovação da data de nascimento. Famílias com mulheres responsáveis pela unidade familiar, comprovado por autodeclaração e famílias monoparentais (constituídas somente pela mãe, somente pelo pai ou somente por um responsável legal por crianças e adolescentes), comprovado por documento de filiação e documento oficial emitido pela Justiça que ateste a guarda, são os outros contemplados.

Além disso, será observado a proximidade de moradia interditada com a do atual prédio selecionado, sendo escolhidos os bairros do Barreto, Engenhoca, São Lourenço, Tenente Jardim e Venda da Cruz.

Segundo a Prefeitura de Niterói, o Governo do Estado construiu o empreendimento voltado para famílias carentes no bairro de Venda da Cruz, entre Niterói e São Gonçalo, com imóveis destinados a famílias dos dois municípios. Para Niterói, foram oferecidas 110 unidades, que a Secretaria municipal de Habitação de Niterói selecionou famílias da região já cadastradas no programa e que estão recebendo aluguel social. 

De acordo com a Prefeitura de São Gonçalo, toda a rede elétrica da unidade já está concluída, assim como a rede de água, faltando apenas a ligação dos serviços. As residências estão em perfeito estado para uso dos moradores e as chaves devem ser entregues até o fim de dezembro, sendo da Caixa Econômica Federal responsável pela escolha da data e qualquer alteração é realizada por eles.

A lista dos selecionados ficará disponível para consulta na Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária, localizada na Praça Fonseca Ramos, s/n, no 5° andar do Terminal Rodoviário Roberto Silveira, no Centro de Niterói.

Habitações – As unidades do programa, que deveriam ter sido entregues desde fevereiro de 2016, serão compostas por dois quartos cada. Além disso, o complexo contará com uma escola, uma biblioteca parque, uma creche e uma unidade da Delegacia Legal.

Fonte: http://www.ofluminense.com.br